Cabelos, fórmulas e conduta clínica

Cabelos e pele estão expostos aos mesmos agentes agressores vindos do meio ambiente, assim como  o uso de produtos químicos.

As fibras capilares fracas, quebradiças, secas e sem brilho precisam de  tratamentos diferenciados de acordo com o dano gerado. Tais cuidados podem ocorrer através da aplicação de máscaras, cremes, fluidos e /ou sprays capilares.

O cabelo diferencia-se do pêlo comum por seu elevadíssimo número e pelo desenvolvimento em comprimento. Podem ser lisos, crespos, ondulados e de muitas cores (loiros, ruivos, castanhos, negros e, em pessoas idosas ou sob condições anômalas, brancos). Crescem na epiderme humana na região conhecida como couro cabeludo.

Os cabelos não servem só como um aliado estético (dando forma e valorizando o rosto) mas também funcionam como um isolante térmico. Eles protegem a cabeça da radiação solar e de abrasão mecânica.

Estrutura interna cabelo

O fio de cabelo se divide em três partes: cutícula, córtex e medula.

Cutícula

Camada externa do fio de cabelo  se divide em até 12 camadas que, sobrepostas, protegem a estrutura. Por ser transparente nos permite ver a cor do fio do cabelo. A cutícula sofre agressões externas: fatores do clima e poluição e por ação mecânica (escovar, pentear etc.) além de transformações químicas (relaxamento, permanente, colorações, reflexos etc.)

Córtex

Região intermediária onde transformamos, de todas as formas, a estrutura do cabelo. Nesta região encontramos as seguintes ligações químicas:

  • ligação salina: no simples ato de molhar o cabelo a sua extensão é aumentada.
  • ligação de hidrogênio: a deformação acontece quando transformamos temporariamente o cabelo.
  • ligação de enxofre (também conhecido como Ponte de Dissulfeto): só é rompido através de química e sua transformação é permanente.

Medula

É a parte central do fio. Há fios de cabelos que não possuem medula, não modificando em nada sua estrutura. O canal da medula pode estar vazio ou preenchido com queratina esponjosa. Estudos recentes apontam para uma associação da medula com o primeiro instante da fase de germinação do fio onde a medula serviria como um “direcionador” do novo fio em direção ao poro.

O pH do cabelo

O termo pH é usado para determinar o grau de acidez ou alcalinidade de uma substância líquida. A camada hidrolipídica que protege o cabelo, a pele e a unha têm pH levemente ácido, um valor compreendido entre 4,2 e 5,8 na escala de pH. Dessa forma, todos os produtos que entram em contato com o corpo humano devem ser neutros (pH igual ao do cabelo, pele e unha) ou levemente ácidos (em cosmetologia considera-se até um pH = 6,1). Se lavarmos o cabelo com xampu alcalino, por exemplo, suas cutículas abrem, ele fica sem brilho, difícil de pentear e embaraçado.

Estrutura de um fio de cabelo.

A estrutura de um fio de cabelo é composta dos seguintes partes,

  • fio de cabelo
  • superfície da pele
  • sebo
  • folículo capilar
  • glândula sebácea

Tipos de cabelo

  • Secos: como o couro cabeludo tem pouca oleosidade, os fios se tornam ressecados, quebradiços e sem brilho.
  • Normais: não têm excesso de oleosidade na raiz nem pontas ressecadas. Dispensam grandes cuidados para exibir um aspecto brilhante e saudável. São raros.
  • Oleosos: Apenas um dia sem lavar que eles já ficam com aspecto sujo, oleoso, pesado. Isso ocorre porque glândulas sebáceas têm atividade excessiva. Passar a mão nos cabelos e utilizar água muito quente durante a lavagem potencializa a oleosidade.
  • Mistos: possuem características de cabelos oleosos e secos, ou seja, o couro cabeludo é oleoso e as pontas são ressecadas e às vezes duplas. É o tipo de cabelo mais comum e também o mais difícil de tratar.

Cabelos saudáveis e cabelos danificados

  • Cabelos saudáveis: cada fio de cabelo é coberto por uma camada de escamas bem fechadas, chamadas cutículas, que protegem o interior do cabelo. Nos cabelos saudáveis, essa cutícula tem um padrão regular, o que mantém as moléculas de água e de proteína seladas dentro do cabelo, deixando-o maleável, com brilho, forte e macio.
  • Cabelos danificados: apresentam um desgaste provocado por produtos químicos (permanentes, produtos inadequados, tinturas, descoloração, etc.), além dos danos físicos (exposição excessiva aos raios UV, uso de secadores, escovação brusca). Em ambos os casos, ocorrem anomalias na disposição das cutículas e, conseqüentemente, na estrutura dos fios e do couro cabeludo. Nos cabelos danificados, as escamas estão abertas, o que provoca perda de brilho, umidade e resistência. É por isso que eles necessitam de um tratamento profundo e intensivo.

Terapia Capilar e Naturopatia

O que estuda a terapia capilar?
Terapia capilar estuda os métodos de tratamento das doenças do cabelo e do couro cabeludo, sempre atendendo as características individuais e necessidades dos mesmos.

PODE SER TRATADO PELA TERAPIA CAPILAR:
Caspa | Seborreia | Queda | Tricoses.

Terapia capilar não diz respeito apenas às aplicações de xampus naturais. Trata-se de uma técnica que envolve inclusive as condutas terapêuticas pós-cirúrgicas de transplante capilar.

O protocolo básico de tratamento na clínica inclui:

Lavagem dos cabelos
Esfoliação do couro cabeludo
Nova lavagem
Uso aparelho de alta frequência para estímulo da micro circulação e ações cicatrizante e bactericida.
Aplicação de loções ativadoras conforme a necessidade clínica
Uso de ledterapia
Massagem crânio facial
Máscara capilar com cromoterapia
Remoção da máscara
Secagem e finalização com proteção UV
Recomendação de terapia home care clínica e personalizada

Publicado por naturopatasdobrasil

Comunidade Brasileira de Naturopatia. Notícias, tendências, divulgações científicas, saúde, bem-estar, beleza, sustentabilidade e ativismo social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: