Como tratar manchas de origem circulatória.

As varizes são dilatações das veias dos membros inferiores, com alterações de suas paredes e válvulas. Com incidência alta, ocorre em cerca de 20% da população, principalmente do sexo feminino. Causam dor, desconforto e alterações estéticas na pele.

Escleroterapia é um dos tratamentos mais conhecidos; um procedimento médico e consiste na introdução de substâncias químicas em pequenos vasos dos membros inferiores, causando seu desaparecimento. O procedimento pode causar hiperpigmentação pós-cirúrgica.

A hiperpigmentação pós-cirúrgica apresenta incidência variável:

Pode ser de dois tipos:

Deposição de Hemossiderina na derme superficial;

Hipercromia pós-inflamatória com pigmentação da melanina.

As formas de tratar e a origem das manchas são diferentes.

Uma mancha hipercrômica de origem vascular está relacionada ao extravasamento de hemoglobina de um vaso destruído na derme e que se transforma em hemossiderina. É uma pigmentação mais profunda, de tratamento mais demorado. Como resultante do processo inflamatório, também há deposição de pigmento de origem da melanina.

Segundo Dr Marcello Izzo, médico da Universidade de Siena, Itália, o uso tópico de ácido tioglicólico na terapia da hiperpigmentação pós-escleroterapia apresenta resultados seguros e rápidos quando comparados ao uso de outros ácidos, como o glicólico por exemplo.

Resultados obtidos com ÁCIDO TIOGLICÓLICO com redução da Hiperpigmentação em menos de 2 meses:

Fonte: http://www.cavezzi.it/download/pigmentazione%20(2).doc-Centro Interdipartimentale di ricerca,terapia e riabilitazione flebolinfologica Università degli studi di Siena ( Italia).

O ácido tioglicólico ou ácido mercaptoacético é um tioácido obtido por substituição do átomo de oxigênio do grupo hidroxil do ácido glicólico pelo Súlfur. É solúvel em água.

Propriedades e Modo de Ação:

A Hemossiderina acumula-se na derme papilar.

O ácido tioglicólico age como esfoliante e agente quelante do Ferro da Hemossiderina; é extremamente eficaz na hiperpigmentação pós-escleroterapia.

A afinidade do ácido tioglicólico pelo Ferro pode ser comparada à afinidade do Ferro pela apoferritina, o que garante uma boa eficácia mesmo em baixas concentrações.

Terapia de manutenção home care uso tópico:

O paciente faz uso do ácido em casa, em composição, percentual e pH específicos.

Uso de hidratante

Uso de FPS

Para uso oral:

Os efeitos positivos tem disso observados em terapias com uso de castanha-da-índia, Ginkgo biloba, Vit. E e Vit. C. associados.

Referências Bibliográficas

Goldman, N.; Goldman, B.; Goldman K. – Tratamento das hiperpigmentações de membros inferiores desencadeadas por insuficiência venosa através do ácido tioglicólico. Sociedade brasileira de medicina estética – regional de São Paulo.

http://www.cavezzi.it/download/pigmentazione%20(2).doc http://www.osha.gov/SLTC/healthguidelines/thioglycolicacid/index.html

http://www.chemicalland21.com/arokorhi/specialtychem/finechem/THIOGLYCOLIC%20ACID.htm

Publicado por naturopatasdobrasil

Comunidade Brasileira de Naturopatia. Notícias, tendências, divulgações científicas, saúde, bem-estar, beleza, sustentabilidade e ativismo social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: