Caspa: causas e tratamento

Dermatoses eritematoescamosas do couro cabeludo

Dermatite seborreica é um distúrbio crônico relativamente comum que se desenvolve em indivíduos predispostos.

Aparece na infância, torna-se mais evidente na puberdade, persiste na vida adulta e diminui gradualmente na velhice. Os homens são mais afetados que as mulheres. A causa é desconhecida. É provável que a predisposição seja determinada geneticamente. Os fatores agravantes incluem hábitos alimentares, estresse emocional e infecção.

Sinais:

Surgem quase sempre na infância como erupção escamosa ou em crostas extensas no couro cabeludo. Eventualmente esses sintomas regridem, mas na puberdade, o “esfarelamento”(caspa) reaparece, geralmente afetando todo o couro cabeludo. Nos casos mais graves, há placas avermelhadas cobertas por escamas amarelas “graxentas” e, eventualmente crostas. Outras áreas pilosas, como sobrancelhas, cílios, tórax e regiões púbicas, podem também ser afetadas. Pode haver coceira nessas regiões.

Xampus

Tanto o couro cabeludo quanto o cabelo estão sujeitos a várias impurezas que compõe o ambiente. Poluição do ar, fuligem de escapamento dos carros, polímeros e resíduos provenientes de produtos capilares, como gel fixador, hair spray, mousses, condicionadores, produtos leave-in etc; além das sujidades do próprio organismo como células mortas e sebo da glândula sebácea, que contribuem para esse acúmulo.

O cabelo sujo perde brilho, tornando-se opaco, pesado, oleoso e até com mau cheiro.

Qual a principal função do xampu?

Primeiramente, todo cabelo requer um xampu específico para seu cuidado.

Um xampu deve promover a limpeza do cabelo e do couro cabeludo de maneira eficaz em curto período de aplicação.

Quando se compra um xampu, espera-se mais do que uma simples limpeza. Espera-se condicionamento, espuma abundante, fragrância agradável, ativos diferenciados e tecnologia de última geração.

O consumidor normalmente mede a qualidade de um xampu, pelo seu poder espumante.

Mas nem sempre para se obter uma boa espuma, é preciso agregar muito detergente. O balanço e a interação entre todos os componentes é o que deve ser levado em conta para se manipular um bom xampu.

BRILHO:

Uma boa limpeza, com a carga tensoativa adequada, devolverá o brilho natural das fibras capilares. O xampu remove a oleosidade presente nas fibras e no couro cabeludo, porém é necessário que haja também reposição dessa camada lipídica protetora. Essa camada é responsável pelo aspecto de maciez e brilho dos fios.

VOLUME:

Um produto balanceado não deverá causar o acúmulo de carga estática (elétrica) no cabelo, deixando-o com volume natural. Do mesmo modo, não deve pesar no cabelo, deixando-o opaco e sem brilho. A maciez é item que deve acompanhar a performance do xampu, para isso a base do xampu tem que ser diferenciada.

Componentes principais para a formulação de um bom xampu:

Os componentes principais para a formulação de um bom xampu compreendem a utilização de agentes de limpeza, estabilizadores de espuma, agentes condicionantes, princípios ativos, espessantes, opacificantes, acidulantes, sequestrantes, essência, corante e conservante.

Na próxima vez que escolher seu xampu, antes mesmo de pensar em modismos, pense na individualidade do seu cabelo.

E lembre-se: mesmo para fazer uma formulação aparentemente simples como um xampu, são necessários ingredientes ativos de qualidade e técnica apurada para a elaboração do produto.

Para ajudar aqueles que estão no meio de uma crise de caspa, vamos deixar uma sugestão:

Para 100 ml de xampu neutro (pode ser xampu infantil), adicione 5 ml de óleo essencial de melaleuca (100 gotas). Misture bem.

Modo de usar:

Umedeça os cabelos;

Aplique o xampu no couro cabeludo. Massageie com as pontas dos dedos suavemente por 1 minuto. Deixe agir 1 minuto. Enxágue. Uso diário.

Obs:

Óleo essencial deve vir em vidro escuro, com lacre.

Tampa tipo batoque gotejadora

Rótulo com o nome popular do óleo essencial e nome botânico em itálico.

Sem adição de óleos vegetais.

Fora dessas especificações mais simples, você está comprando essência sintética sem benefício terapêutico.

Publicado por naturopatasdobrasil

Comunidade Brasileira de Naturopatia. Notícias, tendências, divulgações científicas, saúde, bem-estar, beleza, sustentabilidade e ativismo social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: