Ventosaterapia

É umas das técnicas mais amplamente usadas na medicina tradicional chinesa.

O objetivo é gerar uma sucção, concentrando o sangue na superfície da pele, em pontos de acupuntura que sejam correspondentes à queixa do paciente.

A princípio pode parecer um método simples.

Mas chamamos a atenção para o fato de que não se trata de “colocar ventosas e tirar foto para impressionar”.

O efeito da ventosa é baseado em:

Ativação do sangue em direção à superfície, onde mobilizamos substâncias como ácidos, purinas, nitritos, proteínas …

Mobilização local do tecido por sucção, que ajuda a eliminar aderências.

Essa mobilização de toxinas encontradas no espaço intersticial (estrutura do tecido conjuntivo que se estende por todo o corpo), ajuda a eliminar diversos produtos residuais.

Como resultado, pode favorecer ao tratamento de dores musculares, sendo portanto, um grande benefício. Pode ainda, ajudar a melhorar o fluxo sanguíneo para acelerar o processo de cura natural do corpo.

Método:

A ventosa é colocada na superfície da pele para criar um efeito de vazio. Isso absorve a pele e a camada de gordura do músculo, pode haver também mobilização de camadas musculares  separando-as umas das outras.

As ventosas podem ser deixadas fixas ou podem ser movidas ao longo das fibras musculares para relaxar a tensão muscular.

Existem diferentes métodos de terapia com ventosas.

Na medicina tradicional chinesa, a ventosa é feita de vidro e aquecida por uma vela. A chama não deve aquecer a ventosa em si, mas sim sugar o ar, criando sucção na pele. A ventosa também pode ser de plástico e uma espécie de pistola pode ser usada para tirar o ar, com uma ação de dois a cinco minutos, de acordo com a sensibilidade circulatória de cada pessoa.

Quais são os benefícios da terapia com ventosas?

Aumentar a amplitude do movimento, após tratar a dor e a rigidez muscular.

Tratar aderências cicatriciais pós cirúrgicas.

Como se dá o efeito clínico terapêutico pela sucção?

Ventosas criam pressão na superfície da pele. Isso causa inflamação na pele sugada e aumenta o fluxo sanguíneo para essa área, sinalizando ao corpo que essa parte deve iniciar seus processos de reparo.

Efeito colateral:

Como efeito colateral, podemos citar os hematomas formados pela ruptura de capilares devido à sucção, fazendo com que o sangue se acumule sob a ventosa. Normalmente desaparecem em três a cinco dias

Se deixadas por tempo longo, pode haver a formação de bolhas que podem romper a pele, faciliatndo o aparecimento de infecções.

Pacientes com diabetes e outros problemas circulatórios devem ter cuidado  e se fazem uso de  anticoagulantes, não devem se submeter a ventosas.

A integridade da pele também deve ser considerada.  Pacientes com pele muito fina não devem ser submetidos à terapia com as ventosas.

Já existe um equipamento liberado pelo FDA, o Lympha Touch, que controla a pressão negativa por 2,5 segundos  com ação semelhante ao uso das ventosas, sem gerar danos ao tecido.

Nossa orientação é a de que você procure um profissional qualificado.

Para tratar de sua saúde, o parâmetro mais importante não deve ser o preço.

Publicado por naturopatasdobrasil

Comunidade Brasileira de Naturopatia. Notícias, tendências, divulgações científicas, saúde, bem-estar, beleza, sustentabilidade e ativismo social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: