O que é a moda ecológica sustentável

Sustentabilidade, selo verde, fibras naturais, upcycling. São palavras que passaram a compor as etiquetas de muitas roupas.

O que significa esse movimento que começou tão tímido e que cada vez mais ganha espaço?

Podemos pensar na “nova consciência” de que os recursos da natureza são finitos. Nada na natureza existe para nos servir. Nós devemos coexistir com ela.

Moda ecológica e moda sustentável são termos que respondem ao papel socioambiental no vestuário.

São roupas feitas com  fibras cultivadas de acordo com os padrões de produção orgânica. Todo o processo não ocorre casualmente.

Em 2002, um acordo foi alcançado entre diferentes setores do mundo têxtil que resultou no Global Organic Textile Standard -GOTS. Uma norma que define os requisitos mundialmente reconhecidos para garantir a condição orgânica dos produtos têxteis, desde a obtenção da matéria-prima, processamento da fibra, fabricação, embalagem, rotulagem até a distribuição, passando pela produção ambientalmente responsável e pelo meio social, para que o produto final ofereça ao consumidor a segurança e credibilidade divulgadas com tal.

A comercialização deve ser praticada de forma justa, com melhores condições para os trabalhadores do setor, melhores salários e menor exposição a produtos químicos prejudiciais à saúde.

Nem sempre um comércio justo implica na exigência de que a cadeia produtiva tenha sido sustentável. Existem empresas que exigem uma redução de uso de pesticidas na lavoura de algodão e fazem um mix de fibras na confecção dos tecidos.

Tudo isso deve vir explícito no momento da venda ao consumidor final.

Há muitas definições para sustentabilidade. Uma delas é a de Brundtland em 1987 definiu o desenvolvimento sustentável como aquele que atende às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atender às suas próprias necessidades.

A moda sustentável divide a preocupação com o meio ambiente com o ecológico. Os materiais sustentáveis ​​são feitos de materiais reciclados. No entanto, isso não significa que eles vêm de materiais ecológicos.

Quando a roupa traz um selo verde isso diz respeito não apenas ao produto, mas a todo o seu ciclo de vida (matéria-prima, fabricação, acabamento, transporte, venda e usos). Implica que ao longo da existência de uma peça de vestuário tenham sido seguidos critérios que envolvem a conservação de recursos, a utilização de materiais que facilitem a reciclagem, a utilização de energias renováveis, a durabilidade das peças de vestuário, a melhoria das condições dos trabalhadores e a melhoria da eficiência nos transportes, entre outros.

O consumo consciente ganha um espaço maior na vida das pessoas, seja por questões econômicas, seja para redução de desperdícios ou por redução da pegada de carbono.

A moda sustentável opta por uma fabricação ética e há um dado importante a ser enfatizado: redução de alergias provocadas pelo contato sobre a pele.

Embora o objetivo primeiro seja ambiental, há impactos positivos diretos e indiretos sobre a saúde, por redução à exposição massiva a componentes químicos.

Portanto, se você quer dar início à redução de impactos negativos sobre o meio ambiente, uma melhor escolha sobre o que vestir pode ser um bom caminho. Afinal, a indústria têxtil gera uma grande quantidade de resíduos, que são tóxicos e prejudicam o meio ambiente. O vestuário ecológico foi criado com o objetivo de minimizar o impacto da produção têxtil.

Consegue isso deixando de usar produtos químicos como pesticidas e fertilizantes, optando por matéria-prima orgânica e tintas à base de água; e realizar um processo de fabricação, distribuição e comercialização o mais respeitoso possível com o meio ambiente. Além disso, esse tipo de moda também costuma se caracterizar pelo comércio justo.

Características da roupa ecológica

A moda sustentável é baseada em princípios relacionados não apenas ao meio ambiente, mas também ao compromisso com a sociedade.

As roupas ecológicas usam materiais sustentáveis ​​e ecológicos. Além disso, a confecção das peças geralmente é feita à mão.

As embalagens utilizadas para embrulhar os produtos também são sustentáveis, feitas de papelão ou outros materiais ecológicos.

A qualidade da moda sustentável é superior, por isso a vida útil das roupas costuma ser mais longa. Enquanto uma camiseta fast fashion pode durar alguns meses, uma camiseta ecológica pode durar mais de cinco anos, variando de acordo com os cuidados dados à roupa.

Compromisso social e trabalhista, garantindo condições dignas de trabalho.

Comercio justo. A moda sustentável está comprometida com preços justos que beneficiem toda a cadeia produtiva: agricultores, operários, confecções, marcas, etc.

A moda ecológica reduz a produção de resíduos e o impacto no meio ambiente; uma vez que utiliza materiais e processos mais respeitosos.

Por outro lado, as roupas ecológicas não causam alergias, por isso são altamente recomendadas para bebês e pessoas com pele sensível.

Publicado por naturopatasdobrasil

Comunidade Brasileira de Naturopatia. Notícias, tendências, divulgações científicas, saúde, bem-estar, beleza, sustentabilidade e ativismo social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: