Quando ninguém gosta de você

Se nossa mente for receptiva aos sentidos externos sem nenhum tipo de controle ou consciência, seremos continuamente afetados por um processo de ação-reação com o meio ambiente.

Por exemplo, quando alguém não gosta de você.

Não tem problema. Nem você, gosta de todo mundo. Está tudo bem. Já imaginou se você reagir a tudo isso sempre? É importante direcionar a sua atenção para os pontos fundamentais do viver bem.

Se alguém não gostar de você, há duas formas de refletir sobre o tema:

  1. Esse é uma problema da outra pessoa.
  2. Como você pode ser mais amigável e sociável para despertar melhores sentimentos.

Além desses aspectos, não há outra opção saudável para você. Há mais atrativos para desfocar do que é valioso na vida, do que para focar. Abstrair-se dos sentidos. Chamamos de Pratyahara, no Yoga. Trata-se de uma operação mental que requer treino constante.

A abstração dos sentidos pertence a um dos 8 ramos do Yoga que Patanjali descreveu em seu Yoga Sutras. Uma definição melhor para a abstração dos sentidos é retirar a distração ou desconectar a mente dos impulsos derivados dos sentidos.

Vamos a um exemplo prático:

Você se distrai pelo fato de achar que é rejeitada em círculos sociais ou profissionais. O que fazer:

  1. Faça atividades organizadoras
  2. Encha-se de energia vital, ao cuidar das plantas enquanto recebe a luz do sol
  3. Faça ações higienizantes: tanto do ambiente, como de alimentos.
  4. Pense a respeito de como suas ações podem ser melhores e contribuir de alguma forma para tudo e todos. Você será inclusive o primeiro a se beneficiar.
  5. Recorde a respeito daqueles três macaquinhos e selecione o que ouve, o que vê, e saiba silenciar mais para ouvir melhor.
  6. Busque registar memórias visuais, auditivas, gustativas, táteis e olfativas melhores. Todos esses registros são essenciais para um recordatório mental de qualidade.

Assim, os diferentes órgãos sensoriais nos estimulam a fazer coisas prazerosas. Lembrar do objetivo maior da vida: desenvolvimento da alma. Como ela faz isso? Através da captação e registro pelos órgãos dos sentidos.

Publicado por naturopatasdobrasil

Comunidade Brasileira de Naturopatia. Notícias, tendências, divulgações científicas, saúde, bem-estar, beleza, sustentabilidade e ativismo social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: