Como deve ser a formação em Naturopatia

Um curso de formação em Naturopatia deve: Oferecer conhecimento que permita a realização do trabalho em todos os ambientes organizacionais de saúde, desde consultórios particulares, setores de pesquisa na indústria da saúde, em funções administrativas, ou como professor. Este último através de formação específica.

Por que houve um grande interesse nos cursos de Naturopatia:

Primeiramente vamos considerar a vocação. O chamado interior que no caso do setor de saúde, como é a Naturopatia, vem da vontade de servir à sociedade com a ajuda de tratamentos naturais de saúde, atuando como facilitador para o bem-estar e qualidade de vida de outro.

Interesse mercadológico: com vistas a ganhos financeiros, atraídos por ofertas sedutoras de cursos de formação rápida.

Vontade de mudar de área de atuação profissional: aqui, sem dúvida, o mais grave, considerando a oferta de cursos que permitem a migração de profissionais que não são da área de saúde para pós- graduação em Naturopatia. No caso específico destes profissionais, uma formação na área de saúde, evitaria a evasão dos cursos por falta de condições de um bom acompanhamento, seguido de uma finalização do curso com diferenciação e culminando por uma atuação profissional sem êxito na Naturopatia.

Isso nos mostra que interesse de mercado quando unido aos bons propósitos e qualidade, geram satisfação, crescimento e oportunidades para todos.

Conteúdo necessário à formação:

Anatomia humana
Fisiologia
Biologia
Microbiologia
Psicologia
Filosofia e estudo da ética
Antropologia
Sociologia
Religiões: fundamentos básicos
Fundamentos da Naturopatia
Medicina chinesa
Medicina indiana
Medicina de Hipócrates
Nutrição clássica e aplicada
Técnicas terapêuticas da Naturopatia
Imunologia
Química
Física
Farmacologia
Cosmetologia
Administração, marketing na saúde, economia circular, política e sustentabilidade
Naturopatia e atualizações de mercado
Consulta
Língua portuguesa (no caso do Brasil), interpretação de texto e comunicação oral e escrita
Estágio
Comunidade Brasileira de Naturopatia @naturopatasdobrasil. Dentro de cada uma dessas disciplinas, há subdivisões muito específicas.

Dentro de cada uma dessas disciplinas, há subdivisões muito específicas.

Em geral, a duração mínima exigida pelo Ministério da Educação é de 2.400 horas, enquanto graduações mais longas chegam a 7.200 horas.

Ao decidir por um curso de formação é importante considerar:

Pré-requisitos básicos.

O percentual de atuação e sucesso profissional no mercado no âmbito da Naturopatia e a opinião destes, a respeito das Instituições que cursaram. Aconselhamos a passar por consultas com esses profissionais.

Pesquisar sobre o índice de satisfação e reclamações em órgãos competentes.

A promoção da saúde na Naturopatia está associada aos princípios do poder curativo da Natureza (vis medicatrix naturae); tratar a causa (tolle causam); tratar a pessoa inteira (tolle totum); o Naturopata como orientador (docere); prevenção de doenças e a teoria naturopática da constituição e emocional.

A Naturopatia trabalha com o holismo:

A abordagem holística da prática naturopática reconhece que o espiritual, aspectos psicológicos, funcionais e estruturais de um ato individual interdependentemente são influenciados por fatores externos, ambientais, sociais e outros fatores. Assim trabalhamos com bio informação. Tudo aquilo que relaciona a pessoa ao ambiente e à sociedade.

Início da atuação profissional:

Começar certo para reduzir a reprodução de erros. Levamos em conta toda a formação descrita acima. Cada uma dessas disciplinas é considerada para a obtenção do selo de certificação internacional Naturopatia AZUL.

Na prática, o que temos observado:

Profissionais atuantes com grandes limitações, em razão das falhas na formação. Essas falhas não são restritas apenas ao conteúdo programático do cursos, mas também direcionada a professores com baixa capacitação profissional que compromete a qualidade do curso em si.

Profissionais com graves problemas de comunicação: oral e escrita (com limitação de vocabulário, problemas de interpretação de texto e ortografia)

Profissionais atuantes que reproduzem erros aprendidos, sem saber que se tratam de erros. Como exemplos ainda muito recentes: “A Naturopatia cura” – “Pedras alinham chakras” – “O melhor óleo essencial para o paciente é aquele que ele não gosta ou não quer usar”, entre muitos outros.

Finalmente, como em tudo o que há, existem os profissionais esforçados. E mesmo a despeito de um curso ruim, leem e estudam diariamente, participam de atualizações, treinamentos e novas experiências educacionais que permitem as correções necessárias para que os acertos e êxito profissional possam ser alcançados.

Publicado por naturopatasdobrasil

Comunidade Brasileira de Naturopatia. Notícias, tendências, divulgações científicas, saúde, bem-estar, beleza, sustentabilidade e ativismo social.

6 comentários em “Como deve ser a formação em Naturopatia

  1. Lamento que esta seja a realidade na qualidade dos cursos de naturopatia no Brasil, porém os profissinais que realmente têm comprometimento e buscam este aprimoramento por si mesmos terão chances de sucesso! Melhoria contínua em busca da excelência deve ser o nosso lema!

    Curtir

    1. Olá Daniele!
      Sim, por analogia, ao comprarmos um sapato de muita qualidade, notamos que ele existe para atender às necessidades do consumidor, que passou a ficar mais atento a esse detalhe. Assim ocorre com os produtos oferecidos em torno do ensino.
      Eles existem para atender à real demanda do consumidor. Consumidores mais atentos e que querem o melhor, buscam um “sapato” de qualidade, no lugar de 20 pares que deformam.

      Curtir

    1. Olá Karin!
      Existem diferentes propostas de cursos de formação em Naturopatia no Brasil:
      Cursos livres, graduação em Naturologia e pós-graduação em Naturopatia.
      Nessas modalidades, há diversos tipos de propostas. Desde as “express” com slogans como faça um módulo e já comece a trabalhar, às formações mais longas, mas também com módulos breves, sem aprofundamento. O mercado se move em razão do interesse do consumidor. Um consumidor que quer o melhor, o mercado passa a oferecer o melhor. Se o objetivo é uma formação barata e superficial, o mercado também passa a oferecer.
      Nosso abraço de bem-estar para você!

      Curtir

  2. Essa carga horária mínima exigida pelo Ministério da Educação (2400 horas) é para qualquer curso de graduação. A Naturopatia permite que outros profissionais também façam pós graduação e, infelizmente esses profissionais acabam ficando em desvantagem em relação aos profissionais graduados na área da saúde pois a maioria dos cursos parte do princípio que esses são conceitos já conhecidos e essas matérias não são inseridas em cursos de pós graduação – que tem duração de 2 anos em média. O programa apresentado é para uma formação de graduação – seria excelente: curso de graduação em Naturopatia reconhecido pelo MEC.

    Curtir

    1. Estimada Paula, que bom ter sua participação por aqui. Sim, suas reflexões são coerentes. Infelizmente o “mercado do ensino” sempre se move para atender a uma demanda. Se o interesse é raso e o objetivo é pensar numa forma de tentar ganhar dinheiro rápido, serão oferecidas essas mesmas propostas. Quando todos compreendem que formação é completamente diferente de informação, e passam a buscar comprometimento e qualidade, o mercado tende a responder à nova demanda.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: