Yoga योग – pequeno glossário

Pesquisa Daniele Habib
Revisão técnica Chris Buarque
Revisão geral: Claudia Lopes
  1. Ajna. आज्ञा em sânscrito, centro energético localizado na região da testa entre as sobrancelhas. Conhecido como o “terceiro olho” ou chakra frontal.
  2. Alongamento. Benefício adquirido com a prática do yoga, forma de exercício que promove a distensão. Aumento do comprimento dos músculos.
  3. Anáhata. अनाहत em sânscrito, centro energético localizado na região do coração ou chakra cardíaco.
  4. Ásanas. आसन em sânscrito, são as posturas, posições realizadas na prática do yoga, as quais promovem alongamento, força ou equilíbrio.
  5. Aterramento. Ato de conectar-se com a energia da terra. Foco e atenção do praticante de yoga para o contato dos pés ou partes do corpo no chão.
  6. Atma. आत्म em sânscrito, alma, essência, consciência divina localizada no coração do ser humano.
  7. Bandhas. बंध em sânscrito, significa atar, amarrar, fechar. São contrações musculares realizadas durante a prática dos exercícios respiratórios.
  8. Bhastrika. भस्त्रिका em sânscrito, significa fole, uma modalidade de respiração diafragmática intensa e forte realizada na prática do yoga. Tem ênfase na inspiração e exalação.
  9. Bhagavad Gita. भगवद्गीता em sânscrito, escritura védica sagrada estudada no hinduísmo e pelos praticantes do yoga, traduzida e comentada por A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupãda.
  10. Bíja mantra. बीज em sânscrito, sílaba sonora entoada pelos yoguis, as quais representam os chakras. São usadas para estimular esses centros energéticos.
  11. Buddhi. बुद्धि em sânscrito, significa inteligência, razão, julgamento, discernimento entre o que é certo e o errado, o que fazer e o que não fazer. Diz o que escraviza e o que liberta.
  12. Centramento. Ato de levar a atenção para o centro do corpo, para o coração ou a alma que habita este coração dentro de uma prática de yoga.  Ouvir a si mesmo.
  13. Chakras. चक्र em sânscrito significa roda e refere-se aos centros energéticos existentes no corpo humano. São sete os principais: muladhara (básico), swadhisthana (umbilical), manipura (plexo solar), anáhata (cardíaco), vishuddha (laríngeo), ajna (frontal) e sahashara (coronário).
  14. Consciência. Ato de perceber a si mesmo. Olhar para os próprios pensamentos, as emoções e essência interior.
  15. Diafragma. Feixe muscular e tendinoso que separa a cavidade torácica da cavidade abdominal.
  16. Flexibilidade. Qualidade física adquirida; agilidade, elasticidade, elegância.
  17. Fluxo energético. Caminho percorrido pela energia no corpo humano. Nadís em sânscrito são os canais energéticos e os chakras são as rodas energéticas.
  18. Força. Qualidade do que é forte; robustez, vigor físico.
  19. Hatha Yoga. हठयोग em sânscrito, uma modalidade tradicional de yoga, considerada o yoga da força.
  20. Invertidas – posturas que invertem o fluxo sanguíneo, são as posturas que colocam as pernas para o alto e a cabeça para baixo.
  21. Japamālā. जपमाला em sânscrito, japa significa murmurar e mala é um colar de 108 contas. Usado nas práticas de meditação. Similar ao terço cristão.
  22. Kapalabhati. कपालभाति em sânscrito, técnica de respiração utilizada para a limpeza das vias respiratórias com ênfase na exalação.
  23. Manipura. मणिपूर em sânscrito, centro energético localizado na região do abdômen, chamado de plexo solar.
  24. Mantra. Do sânscrito, “man” mente, “tra” controle. Sílaba, palavra ou frase utilizada para foco mental na meditação. Pode-se usar o japamala para contagem dos mantras.
  25. Meditação. Voltar-se para o centro, ato de vivenciar o momento presente, atenção plena, silêncio com algum foco mental.
  26. Moksha. मोक्ष em sânscrito, significa a liberação espiritual por meio do yoga devocional.
  27. Mudrā. मुद्रा em sânscrito, são posições das mãos e dos dedos, utilizados para conectar pontos de energia e fechamento de fluxo energético, normalmente utilizado nos momentos de pranayamas e meditação.
  28. Muladhara. मूलाधार em sânscrito, centro energético na região do períneo, chamado de chakra básico ou raiz.
  29. Nabhi. नाभि em sânscrito, significa centro do corpo ou a região do “core” no abdômen. Conjunto de músculos que sustentam corpo. Musculatura que fica ao redor de toda região do tronco, na linha da coluna lombar.
  30. Nadi Sodhana. नाडी em sânscrito, exercício respiratório usado para equilibrar as polaridades do corpo, sistema nervoso simpático e parassimpático, por meio da respiração alternada.
  31. Niyamas. नियम em sânscrito, são exercícios, atitudes e ações para consigo mesmo com foco no autorrespeito, autocuidado.
  32. Paramatma. परमात्मन् em sânscrito, alma suprema, ser divino, Deus, a alma da divindade suprema.
  33. Patañjali. पतञ्जलि em sânscrito, pessoa ou pessoas responsáveis pela produção dos sutras ou versos que norteiam o yoga. Não se sabe ao certo se Patãnjali foi uma pessoa ou um grupo de pessoas. Texto: “Yoga Sutra de Patãnjali”.
  34. Prāna. प्राण em sânscrito, energia vital. O que dá vida aos seres.
  35. Pranayama. प्राणायाम em sânscrito, pana é a energia vital e ayama é o ato de expandir e alongar. São os exercícios respiratórios utilizados na prática do yoga.
  36. Respiração diafragmática. Exercício respiratório que trabalha o músculo do diafragma intensamente.
  37. Sahasrara. Do sânscrito, centro energético na região do topo da cabeça, chamado de chakra coronário.
  38. Samādhi. समाधी em sânscrito, estado de êxtase ou transe proporcionado pela meditação ou a prática do yoga.
  39. Shavasana. शवासन em sânscrito, significa cadáver, postura deitada utilizada no momento de relaxamento ao final da prática de yoga.
  40. Swadistana. स्वाधिष्ठान em sânscrito, centro energético da região do baixo ventre chamado de umbilical ou sacral.
  41. Tempos respiratórios. No yoga valoriza-se os quatro tempos da respiração: inspiração, pausa para troca, exalação e pausa para troca ou retenção com pulmões vazios ou cheios.
  42. Vishudha. विशुद्धी em sânscrito, centro energético da região da garganta, chamado de chakra laríngeo.
  43. Yamas. यम em sânscrito, significa disciplina, ou restrições. Atitudes e comportamentos. Considera-se o código de conduta do yoga.
  44. Yoganidrā. योग निद्रा em sânscrito, é o yoga do sono. Na postura de shavasana pode ser aplicada uma indução para relaxamento simulando um sono profundo.
  45. Yogui. योगी em sânscrito, aquele que pratica yoga, no masculino.
  46. Yoguini. योगिनी em sânscrito, aquela que pratica yoga, no feminino.

Fonte de referência:

DESIKACHAR, T.K.V . O Coração do Yoga. 2ed. São Paulo. Editora Mantra, 2018.

Publicado por naturopatasdobrasil

Comunidade Brasileira de Naturopatia. Notícias, tendências, divulgações científicas, saúde, bem-estar, beleza, sustentabilidade e ativismo social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: