Tudo junto e misturado: sensibilidade e movimento

Lian Gong

Colab: Mirian Reis.  Revisão técnica: Chris Buarque.  Revisão geral: Claudia Lopes.
 

Quem fala disso para nós, é Mirian Reis.

Mirian, é membro colaborador da Comunidade Brasileira de Naturopatia e trabalha com Lian Gong e ainda ela mesma vivencia os encontros de educação permanente.

“Os encontros de educação permanente têm sido de grande importância pra nós, facilitadores de Lian Gong.  Nesses períodos de pandemia, tivemos os encontros on-line que foi a maneira encontrada para nos mantermos unidos. A troca de conhecimentos nos ajudou bastante. Tivemos também um encontro presencial que foi muito proveitoso. Um “tira-dúvidas” de grande valor. Eu mesma fazia um movimento errado e sentia dor no joelho. Nessa hora a gente vê a importância da educação permanente presencial. Aprendi o movimento correto e não sinto mais a dor na hora de fazê-lo.”

Os relatos me motivam

Todas as dificuldades que passamos ficam insignificantes quando recebemos um relato positivo de um paciente. E tem aquelas que nos marcam mais.

Dona Francisca trabalha com pintura de panos de prato e estava com dificuldade, pois sentia que as mãos estavam atrofiando e também sentia dores nas articulações. Ela não perdia nem um dia de prática de Lian Gong e relatava que sentia muita melhora com as aulas e que suas pinturas estavam rendendo mais. Isso me deixa realizada com o trabalho. Dona Edna tinha acabado de perder o esposo quando iniciamos as práticas na unidade (Mirian Faz parte de um trabalho social em Brasília-DF). Após alguns meses ela fez um relato em uma roda de conversa que tivemos: o que deu alívio naquele luto em que ela estava, foram nossas práticas de Lian Gong. Sinceramente fiquei emocionada. O grupo de tabagismo no Riacho Fundo II também fazia o Lian Gong e os relatos eram sempre de melhora da ansiedade que os levava à compulsão. Eu sempre ficava impressionada. Em todas as aulas sempre perguntava como as pessoas estavam se sentindo depois das práticas e todos relatavam melhora no sono e das dores em geral, bem-estar físico e mental. Isso me deixa contente e animada pra seguir em frente sempre.

Liang Gong na UBS:

A implantação do Lian Gong na Unidade Básica de Saúde aconteceu antes mesmo do término do curso. Comecei a atividade com os servidores da unidade do Riacho Fundo I: todas as terças e quintas, às 17h, eu começava a conversar com os colegas e explicar os benefícios da prática. Após essa conversa, conseguia convencer alguns servidores a fazer. Foi bastante proveitoso, pois tinha um grupinho da odontologia que não faltava às aulas e eram bem entusiasmados. Sempre tive apoio da gerência, porém com os colegas sempre tive dificuldade. Como a escala era reduzida, tinha sempre que aplicar a prática de Lian Gong depois das triagens ou de outra atividade da unidade. Assim que terminei o curso fiz um projeto de implantação e fui alternando com automassagem. Esse projeto de implantação uso até hoje. Quando mudo de unidade altero só o endereço.

Publicado por naturopatasdobrasil

Comunidade Brasileira de Naturopatia. Notícias, tendências, divulgações científicas, saúde, bem-estar, beleza, sustentabilidade e ativismo social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: