Intolerância alimentar

A intolerância alimentar é a difiuldade com a digestão de certos alimentos e uma reação física corelacionada, podendo haver sintomas como inchaço e dor de barriga, diarreia, reações na pele entre outros, e que geralmente acontece algumas horas após a ingestão do alimento.

Um número crescente de pessoas acredita sofrer de intolerância alimentar. Primeiro é importante entender que há uma inflamação celular. Essa inflamação pode ocorrer tanto em reposta à sobrecarga pela ingestão de uma mesma substância, por exemplo o glúten presente em pães, biscoitos, bolos e farinhas, bem como ao excesso de cortisol produzido pelo stress ininterrupto que promove fadiga das adrenais e que impede o cortisol de exercer sua função anti-inflamatória natural. Vale lembrar que os sintomas da intolerância alimentar são comuns e muito típicos de outras situações.

Existem testes para detectar a intolerância, mas ainda não são baseados em evidências científicas e não são recomendados por alguns órgãos especializados como a British Dietary Association (BDA).

A observação é uma maneira segura de diagnosticar a intolerância alimentar. Significa acompanhar e monitorar os sintomas através dos alimentos que você come. Na sequência, observar o que ocorre quando esse alimento é retirado de sua dieta. Finalmente, monitorar o que ocorre quando você reintroduz o mesmo alimento, após um tempo sem ele.

Diário

AlimentoSintomasTempo em que os sintomas ocorremData de eliminação experimental do alimentoData de reintrodução
     
Intervalo sugerido de corte do alimento: por 2 a 6 semanas

Você pode reintroduzir o alimento e checar se os sintomas retornam. Sua conclusão também poderá ser através de quantidade, onde você suporta até um “nível x”. E acima desse nível, você teria dificuldades na digestão. Nunca restrinja de forma drástica a sua dieta ou a do seu filho, a menos que isso tenha sido aconselhado por um profissional especializado.

Você pode estar sofrendo de:

Síndrome do intestino irritável

Transtorno de estresse e ansiedade

Intolerância a lactose

Doença celíaca

Doença inflamatória intestinal

Alergia alimentar

  • O intestino é um órgão sensível e é comum ter sintomas intestinais quando você está doente ou se sente esgotado ou estressado.

Intolerância alimentar e alergia alimentar:

Intolerância alimentar não é o mesmo que uma alergia alimentar.

Alergia alimentar:

É uma reação do seu sistema imunológico (a defesa do seu corpo contra infecções). Seu sistema imunológico trata erroneamente as proteínas encontradas nos alimentos como uma ameaça, e pode desencadear sintomas de alergia como erupção cutânea, chiado no peito e coceira, depois de comer apenas uma pequena quantidade de alimentos (esses sintomas geralmente ocorrem rapidamente) e são muito dirigidos a determinados alimentos.

Alergias alimentares comuns em adultos incluem alergias a peixes e mariscos e nozes. Alergias alimentares comuns em crianças incluem leite, ovos, peixe, amendoim e outras nozes. A alergia alimentar pode ser fatal.

Intolerância alimentar:

Não envolve o seu sistema imunológico – não há reação alérgica e nunca é fatal.

Causa sintomas que acontecem gradualmente, muitas vezes algumas horas depois de comer o alimento problemático. Só ocorrem sintomas se você comer uma quantidade substancial do alimento (ao contrário de uma alergia, onde apenas leves vestígios podem gerar uma reação). Pode ser causada por muitos alimentos diferentes.

O que causa uma intolerância alimentar?

Se seus sintomas ocorrerem depois de comer laticínios, é possível que você tenha intolerância à lactose. Isso significa que seu corpo não pode digerir a lactose, um açúcar natural encontrado no leite, iogurte e queijos.  Além dos sintomas, o histórico familiar também é observado em consulta.

Algumas pessoas têm dificuldade em digerir o trigo e experimentam inchaço, gases, diarreia, enjoos e dores de estômago depois de comer pão.  Mas o responsável pode não ser o glúten e sim um aditivo químico comum em todos os alimentos que você consome. Entende como funciona? Para citar alguns:

Glutamato monossódico (MSG)

Cafeína

Álcool

Adoçantes artificiais

Histamina (presente em conserva e bebidas alcoólicas)

Toxinas, vírus, bactérias ou parasitas que contaminaram alimentos

Corantes alimentares artificiais, conservantes ou intensificadores de sabor

Intolerância à gluten

Muitas pessoas cortam o glúten de sua dieta pensando que são intolerantes a ele, porque experimentam sintomas depois de comer trigo. Mas é difícil saber se esses sintomas são por causa de uma intolerância ao glúten, uma intolerância a outra coisa no trigo ou nada a ver com o trigo. Muito poucas pessoas precisam cortar o glúten de sua dieta, embora seja importante fazê-lo se você tiver doença celíaca (esclareçamos aqui que não é uma intolerância, nem uma alergia, mas uma condição autoimune).

Gerenciamento

Use a tabela acima como um recordatório. Um registro. Assim você passa a identificar o alimento “problemático” e ter o controle da quantidade que pode ser ingerida por você, quando o mesmo for reintroduzido. Habitue-se a ler os rótulos dos alimentos para ver quais tipos devem ser evitados.

Se você tem uma criança em casa, tome cuidado com as restrições. Estas, precisam ser equilibradas e compensadas adequadamente. Por exemplo: o leite é uma fonte importante de Vit. D, Cálcio e proteína. Será necessário um balanceamento com outros alimentos e suplementação pediátrica.

Sempre que você reage mal, repetidas vezes e de forma repentina a determinados alimentos, é hora de fazer um acompanhamento clínico.

Publicado por naturopatasdobrasil

Comunidade Brasileira de Naturopatia. Notícias, tendências, divulgações científicas, saúde, bem-estar, beleza, sustentabilidade e ativismo social.

2 comentários em “Intolerância alimentar

  1. Informação importantíssima! Nos dias atuais somos bombardeados por informações e dietas, porém não alertam sobre a importância de conhecer seu próprio corpo e como ele reage.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: