Artrite e as adversidades da vida.

Colab. Fernanda de Ornelas.  Revisão técnica: Chris Buarque.  Revisão geral: Claudia Lopes.

A Artrite Reumatoide (AR) é uma doença autoimune inflamatória e crônica que atinge em torno de 1% da população adulta no mundo. Tem como característica principal a inflamação do tecido sinovial (superfície óssea recoberta por cartilagem articular, unida por ligamentos e revestida por membrana chamada sinovial) de diversas articulações no corpo humano, levando a dor, destruição dos tecidos, deformidades e redução na qualidade de vida da pessoa que sofre com a doença.

De acordo com a Medicina Tradicional, sua causa é complexa e ainda desconhecida totalmente. Fatores genéticos e ambientes são até hoje atribuídos como responsáveis. Pela influência genética, familiares de pacientes com AR fazem parte de grupo de risco para o desenvolvimento da doença. Altamente incapacitante, o desenvolvimento da Artrite Reumatóide pode ser modificado pelo diagnóstico precoce e do tratamento direcionado. Além de medicamentos como anti-inflamatórios, corticoides, agentes imunobiológicos, são indicadas terapias ocupacionais.

Entretanto podemos avaliar a AR sob outro aspecto, além do físico:

Como seres integrais, nossas emoções e pensamentos podem alterar nossa fisiologia. Nossas atitudes diante dos acontecimentos, nossa visão e comportamentos podem afetar nossa saúde. A ciência está se libertando de velhos mitos e estabelecendo uma nova base de crenças com relação à civilização. A crença que somos meras e frágeis máquinas controladas por genes vem sendo gradualmente substituída pela consciência de que somos os próprios geradores e administradores de nossa vida e do mundo que nos cerca. A Medicina Oriental acredita que o corpo é uma complexa estrutura de fluxos de energia chamados meridianos. Nos gráficos fisiológicos chineses essas redes energéticas se assemelham a diagramas eletrônicos. Utilizando instrumentos como agulhas de acupuntura, médicos orientais ou ocidentais detentores deste conhecimento, testam os circuitos de energia de seus pacientes da mesma maneira que os engenheiros eletrônicos consertam uma placa de circuitos. A mente subconsciente é como um “disco rígido” que armazena nossas experiências de vida. Os programas são comportamentos de estímulo x reação. Os estímulos que ativam o comportamento podem ser sinais que o sistema nervoso detecta do mundo externo e ou dentro do próprio corpo, como emoções, prazer e dor.

Seguindo os conceitos de como nosso corpo responde aos acontecimentos, metafisicamente a falta de mobilidade articular provocada pela artrite condiz às restrições que a pessoa identifica ao seu redor.

Também segundo a Metafísica, as adversidades da vida provocam constantes irritações e pessoas que sofrem de AR não conseguem flexibilizar estes sentimentos, tendo também resistências significativas ao novo. Reclamam constantemente, não lidam bem com imprevistos, não admitem suas falhas, são intransigentes, não medem palavras e falam o que sentem, sem refletir sobre as consequências. Para estas pessoas um bom caminho, é a flexibilidade da mente. A Artrose é degeneração nos tecidos e cartilagens originárias da artrite reumatoide e estão ligadas, também segundo a Metafísica, ao desânimo e as frustrações. “ É mais fácil resistir às adversidades que aceitá-las”? Acatar o novo ou rever valores, implica em ceder a bases emocionais e ter de lidar com nossas próprias fraquezas.

O sistema articular é um dos mais importantes em nosso corpo porque nos permite a “fluidez existencial”. Trata-se da habilidade de interagir com as outras pessoas de forma harmoniosa, considerando a opinião do outro e preservando os próprios conteúdos, ou seja, maior flexibilidade.

A Naturopatia pode ajudar:

A Naturopatia não trata doenças e sim pessoas. Deixamos o uso de medicamentos à critério médico. Pelas Práticas Integrativas Complementares, a Naturopatia pode auxiliar a pessoa que sofre com esta doença a obter maior flexibilidade em suas atitudes e modo de ser. Algumas ervas Fitoterápicas, desde que não haja contraindicações, também podem complementar os tratamentos como a erva “Unha-de-gato” (Uncaria tomentosa D.C) ou “Sucupira“ (Bowdichia virgilioides Kunth) no auxílio ao combate às dores provocadas pela AR e Artrose . A Terapia Floral é um método simples e eficaz que atua de forma sutil na ressignificação de padrões e crenças além de despertar o positivo na pessoa. Trata o emocional de acordo com a personalidade de cada um. Tratando o emocional, o físico responde positivamente. Os óleos essenciais da Aromaterapia são importantes aliados no alívio às dores e inflamações como o óleo essencial de Hortelã (Menta piperita) e também o óleo essencial de Lavanda (Lavandula angustifolia) que podem ser utilizados em cremes neutros para massagear as áreas doloridas.

(Toda e qualquer orientação quanto ao uso de Fitoterápicos, Florais, Óleos essenciais e demais complementos aqui mencionados, necessitam de orientação profissional de um Naturopata qualificado)

Os usos de complementos não substituem orientação médica.

“Suas crenças se tornam seus pensamentos,

Seus pensamentos se tornam suas palavras,

Suas palavras se tornam suas ações,

Suas ações se tornam seus hábitos,

Seus hábitos se tornam seus valores,

Seus valores se tornam o seu destino.” Mahatma Gandhi

http://www.scielo.br/artrite reumatoide: uma visão atual. Rheumatoid arthritis: a current view

“ A Biologia da Crença “,Bruce H. Lipton, Ed Butterfly, 2007

“ Metafísica da Saúde” Val Capelli & Gasparetto, Vol 5, Ed Vida e Consciência, 2017.

“Uso Tradicional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos”, Sergio Tinoco Panizza, Rogério da Silva Veiga, Mariana Correa de Almeida, Ed. Doutor Fitoterapia, CONBRAFITO, 2012.

Publicado por naturopatasdobrasil

Comunidade Brasileira de Naturopatia. Notícias, tendências, divulgações científicas, saúde, bem-estar, beleza, sustentabilidade e ativismo social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: