A síndrome do ninho vazio e a Naturopatia

Quando um filho ou filha deixa o lar para estudar em outras cidades, países, para casar ou ter uma vida independente, algumas transformações podem acontecer no núcleo familiar de origem. Segundo pesquisa de R. Oliver (Oliver R. The “empty nest syndrome” as a focus of depression: a cognitive treatment model, based on rational emotive therapy.Continuar lendo “A síndrome do ninho vazio e a Naturopatia”

O Emocional da anemia e leucemia pela Iridologia

Na íris do olho humano percebe-se um padrão que revela a maneira como pensamos, agimos e escolhemos nossos relacionamentos. Os sentimentos afetam os órgãos e a psique, segundo Ray Id elaborado por Denny Johnson. Cada sentimento afeta um ou mais órgãos específicos, refletindo-se em patologias ou distúrbios. A variação física do olho é um reflexoContinuar lendo “O Emocional da anemia e leucemia pela Iridologia”

Ok, vamos falar da “vagina” e também da vulva.

A vagina é a parte interna dos genitais. É o canal onde coisas um tampão absorvente pode entrar. Vulva são as partes externas dos genitais, que incluem o monte púbico, lábios internos e externos, clitóris e o vestíbulo. Desde cedo é importante receber as orientações de limpeza dos genitais, como ocorre com outras partes doContinuar lendo “Ok, vamos falar da “vagina” e também da vulva.”

Acupuntura é “placebo e superstição pré-científica”.

No Brasil, uma criadora de conteúdo digital cita a acupuntura e outras técnicas terapêuticas da “medicina natural” como placebos e superstições pré-científicas. Os vídeos têm muitos comentários contra e alguns a favor daquilo que é descrito por ela. A Comunidade Brasileira de Naturopatia, da mesma forma que combate a divulgação de  vídeos com conteúdos “milagrosos”Continuar lendo “Acupuntura é “placebo e superstição pré-científica”.”

Clube de Leitura na saúde holística integrativa

Nosso Clube de Leitura começa dia 30 de maio às 19h, on-line, ao vivo. No primeiro encontro vamos falar desta obra tão valiosa, no entendimento da doença: “A Doença como caminho” Autor: Thorwald Dethlefsen / Rüdiger Dahlke – Editora Cultrix. O que há por trás de todos os males do físico e da mente? VocêContinuar lendo “Clube de Leitura na saúde holística integrativa”

Eficiência – eficácia – efetividade

Estes são três termos que frequentemente são confundidos. Eficiência tem a ver com o não desperdício de recursos e otimização no processo. Reconhecemos que em todas as atividades há um desejo de que sejam bem sucedidas. A obtenção de resultados. Interessante é pensar que resultados sempre existem. O detalhe é chegar a um bom resultado.Continuar lendo “Eficiência – eficácia – efetividade”

Intolerância alimentar

A intolerância alimentar é a difiuldade com a digestão de certos alimentos e uma reação física corelacionada, podendo haver sintomas como inchaço e dor de barriga, diarreia, reações na pele entre outros, e que geralmente acontece algumas horas após a ingestão do alimento. Um número crescente de pessoas acredita sofrer de intolerância alimentar. Primeiro éContinuar lendo “Intolerância alimentar”

Regulamentação da Naturopatia

A experiência de Portugal- parte IV Colaboração: Ana Veloso – Membro do Conselho Consultivo da Comunidade Brasileira de Naturopatia em Portugal. Diário da República, 1.ª série — N.º 194 — 8 de outubro de 2014 Portaria n.º 207-G/2014 de 8 de outubro Nos termos do artigo 4.º da Lei n.º 71/2013, de 2 de setembro,Continuar lendo “Regulamentação da Naturopatia”

Medicina Tradicional Chinesa pós-regulamentação em Portugal

Colaboração: Ana Veloso – Membro do Conselho Consultivo da Comunidade Brasileira de Naturopatia em Portugal. Diário da República, 1.ª série — N.º 29 — 9 de fevereiro de 2018 Revisão técnica: Chris Buarque. Revisão geral: Claudia Lopes. CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR E SAÚDE Portaria n.º 45/2018 de 9 de fevereiro Nos termos do artigoContinuar lendo “Medicina Tradicional Chinesa pós-regulamentação em Portugal”

Anvisa lança cartilha de fitoterápicos e plantas medicinais

Medicamentos fitoterápicos são aqueles produzidos com ingredientes ativos feitos de partes de plantas, como folhas, raízes ou flores. O fato de ser natural não exime os cuidados no uso. Assim como acontece com a tomada de medicamentos convencionais, os fitoterápicos terão efeito no corpo e podem ser potencialmente prejudiciais se não forem usados ​​corretamente. InteraçãoContinuar lendo “Anvisa lança cartilha de fitoterápicos e plantas medicinais”