O poder curativo da natureza

Hipócrates acreditava que um organismo não é passivo a ferimentos ou doenças, mas se reequilibra para neutralizá-los. O estado de doença, portanto, não é um mal, mas um esforço do corpo para superar um “equilíbrio” perturbado. É essa capacidade dos organismos de corrigir desequilíbrios que os distingue da matéria não viva. Vix medicatrix naturae dizContinuar lendo “O poder curativo da natureza”