Artrite e as adversidades da vida.

A Artrite Reumatoide (AR) é uma doença autoimune inflamatória e crônica que atinge em torno de 1% da população adulta no mundo. Tem como característica principal a inflamação do tecido sinovial (superfície óssea recoberta por cartilagem articular, unida por ligamentos e revestida por membrana chamada sinovial) de diversas articulações no corpo humano, levando a dor,Continuar lendo “Artrite e as adversidades da vida.”

Aromaterapia como atividade profissional

A Aromaterapia atrai diferentes olhares e públicos. Uma provável razão para a “confusão” que se faz em torno do assunto. O mundo dos aromas, de maneira geral, sempre leva ao bem-estar. Nem sempre a um efeito terapêutico. Assim temos a Aromacologia, Aromaterapia e Aromatologia. Recentemente passamos a ver a tendência da perfumaria terapêutica. Isso éContinuar lendo “Aromaterapia como atividade profissional”

A síndrome do ninho vazio e a Naturopatia

Quando um filho ou filha deixa o lar para estudar em outras cidades, países, para casar ou ter uma vida independente, algumas transformações podem acontecer no núcleo familiar de origem. Segundo pesquisa de R. Oliver (Oliver R. The “empty nest syndrome” as a focus of depression: a cognitive treatment model, based on rational emotive therapy.Continuar lendo “A síndrome do ninho vazio e a Naturopatia”

Inteligência de negócios na saúde e bem-estar

Há valores intangíveis dentro de uma organização (empresa). O capital intelectual é o total dos ativos intangíveis. Para que algo seja bem-sucedido é preciso alavancar o capital intelectual. Você tem um bom ambiente de trabalho. A outra empresa tem também. Você tem bons equipamentos. A outra organização também. Você tem bons colaboradores. O outro tambémContinuar lendo “Inteligência de negócios na saúde e bem-estar”

Produtividade, conteúdo e comportamento em redes sociais.

É preciso entender a tecnologia para operar melhor sobre ela. Lidamos com inteligências múltiplas e a inteligência artificial está em todas as áreas profissionais, inclusive na saúde. Não imaginávamos que chegaríamos a um modelo como este, de forma tão rápida e intensa. Portanto, há que se entender melhor sobre os impactos na comunicação, no modelosContinuar lendo “Produtividade, conteúdo e comportamento em redes sociais.”

Regulamentação da Naturopatia

A experiência consolidada de Portugal- Parte II Damos continuidade à exposição a respeito da experiência de Portugal na Regulamentação das terapias não convencionais, incluso Naturopatia. A Comunidade Brasileira de Naturopatia orienta a leitura detalhada de qualquer Projeto de Lei, antes de assinar. O processo é moroso. Uma conquista. E não deve ser conquista de categoriasContinuar lendo “Regulamentação da Naturopatia”

Regulamentação da Naturopatia

Parte I Regulamentar significa definir legalmente os contornos do exercício profissional. Especificar requisitos para que este exercício se faça. Quer dizer tornar precisas as competências e as habilidades que o profissional deve ter para exercer uma determinada atividade profissional, ou seja, regulamentar é dar estatuto legal a uma profissão. A competência para legislar sobre condições para o exercícioContinuar lendo “Regulamentação da Naturopatia”

Doenças da beleza e o “tal chip”

Se você achar que precisa de “um chip da beleza”, ele já existe. Num passado não muito distante, observou-se que as reações colaterais de alguns medicamentos, favoreciam crescimento de cabelos e a queima de gordura. Então “eureca” lá iam todos ou pelo menos uma multidão! Alguns largamente usados de forma massiva “na beleza” até hoje,Continuar lendo “Doenças da beleza e o “tal chip””

Aromaterapia e Aromatologia

Vamos começar falando que a popularidade da Aromaterapia só vem crescendo. E é excelente! Mas, gostar de óleos essenciais, usá-los, assistir a lives, revender os produtos e participar de treinamento de vendas, não faz de você um Aromaterapeuta. Aliás, esse tem sido um grave problema na Naturopatia, não só com a Aromaterapia. Antes de darmosContinuar lendo “Aromaterapia e Aromatologia”

Por que eu como tanto doce?

De repente você começa a ter compulsão por doces e pães e não é momentânea. Deficiências nutricionais de Magnésio, Zinco, Cromo, Aminoácidos (Triptofano) ou vitaminas (especialmente vitamina D) podem ser as culpadas. Quando você é deficiente nesses nutrientes, seu corpo não pode usar carboidratos de forma eficaz como fonte de energia. Por isso, vai procurarContinuar lendo “Por que eu como tanto doce?”